Você consegue controlar a sua língua?

Você consegue controlar a sua língua? Esta é uma pergunta cuja resposta está dentro de cada um de nós.
A grande verdade é que tem muita gente boa que não consegue e quando isto acontece os resultados são muito ruins.
“Você não pode deixar de ler: Tudo tem seu tempo determinado”.
Porque a falta de controle da língua faz com que pessoas saiam magoadas, envergonhadas, diminuídas, ou seja, toda a vez que alguém perde o controle e sai falando sem pensar, causa desgraça à sua volta.
E a notícia ruim é que Deus nos julga responsáveis pelos efeitos destrutivos provocados pelas nossas palavras e, sendo assim, deveríamos ter muito mais cuidado quanto disséssemos alguma coisa.
“Outra ótima leitura seria: A fé sem obras é morta”.
Sendo assim, está claro que as pessoas possuem padrões diferentes, no que diz respeito ao modo de falar e se comunicar com o seu semelhante.
Existem as pessoas que são cuidadosas, que pensam antes de falar alguma coisa, que respeitam o seu semelhante, entendem que, muitas vezes, é melhor ficar calado e procuram dar bons conselhos.
Entretanto, existem aqueles que falam mentiras, que não conseguem se controlar, que deixam o seu descontrole transbordar através da sua boca, que as suas falas são cheias de motivações erradas, que adoram fofocar, ou seja, cujas palavras nada acrescentam e só destroem.
“Outro ótimo artigo seria: Agradeça a Deus pelo simples fato de estar vivo e com saúde”.
Então, está muito claro que o melhor, para qualquer pessoa, seria estar dentro do primeiro grupo, pois edificar é melhor do que destruir.
Porém, o grande problema é que tem muita gente boa que acha que está tudo certo quanto ao seu padrão de falar e não está.
Estão inseridas no segundo grupo e acham que estão no primeiro e sabem por quê? Porque já estão tão acostumadas como seu padrão de agir, que não percebem o que falam e o quão destrutivas são as suas palavras.
Por: Marcio Motta

Deixe uma resposta