O Periespírito – Definição, origem e natureza

corposperispirito1

O perispírito é uma condensação do fluido cósmico universal em torno de um foco de inteligência, ou Alma.

É o envoltório semimaterial do Espírito e o laço que une o Espírito à matéria do corpo.

Se diz que o perispírito é semimaterial porque pertence à matéria pela sua origem (***Fluido Universal) e à espiritualidade pela sua natureza etérea.
*** O fluido universal, também referido por fluido cósmico, é a matéria elementar primitiva.
Na obra “Evolução em Dois Mundos” , André Luiz assim discorre a seu respeito:
“O fluido cósmico é o plasma divino, hausto do Criador ou força nervosa do Todo-Sábio. (…) na essência, toda a matéria é energia tornada visível e que toda a energia, originariamente, é força divina de que nos apropriamos para interpor os nossos propósitos aos propósitos da Criação, cujas leis nos conservam e prestigiam o bem praticado, constrangendo-nos a transformar o mal de nossa autoria no bem que devemos realizar, porque o Bem de Todos é o seu Eterno Princípio.
Compete-nos, pois, anotar que o fluido cósmico ou plasma divino é a força em que todos vivemos, nos ângulos variados da Natureza, motivo pelo qual já se afirmou, e com toda a razão, que ‘em Deus nos movemos e existimos’” (Paulo de Tarso, em Atos 17:28).

Por sua natureza e em seu estado normal o perispírito é invisível, porém, ele pode sofrer modificações que o tornem perceptível e até tangível, ou seja, possível de ser visto e tocado.

O Espírito extrai seu perispírito dos elementos contidos nos fluidos ambientais de cada mundo, de onde se deduz que os elementos constitutivos do perispírito variam conforme os mundos.

A natureza do perispírito está sempre em relação ao grau de adiantamento moral do Espírito, portanto, conforme seja mais ou menos depurado o Espírito, seu perispírito se formará das partes mais puras ou mais grosseiras do fluido peculiar ao mundo onde ele venha encarnar.

Propriedades do periespírito

O perispírito não se acha encerrado nos limites do corpo, como numa caixa.

Pela sua natureza fluídica, ele é expansível, irradia para o exterior e forma em torno do corpo uma atmosfera que o pensamento e a força de vontade podem dilatar com maior ou menor intensidade.

Sendo o perispírito dos encarnados de natureza idêntica a dos fluidos do mundo espiritual, ele os assimila com facilidade, como uma esponja se embebe de um líquido.

Atuando esses fluidos sobre o perispírito, este, a seu turno, reage sobre o organismo material com o qual se acha em contacto molecular.

Se os eflúvios são de boa natureza o corpo ressente uma impressão salutar; se são maus, a impressão é penosa.

Se são permanentes e enérgicos, os eflúvios maus podem ocasionar desordens físicas; não é outra a causa de certas enfermidades.

Em virtude de sua natureza etérea, o Espírito propriamente dito não pode atuar sobre a matéria grosseira, sem intermediário, isto é, sem o elemento que o ligue à matéria.

Principais propriedades do perispírito

Visibilidade:

Por meio de uma espécie de condensação o perispírito, que normalmente é invisível, pode tornar-se perceptível à vista.

Tangibilidade:

Pode, o perispírito chegar a adquirir as propriedades de um corpo sólido e tangível, conservando, porém, a possibilidade de retomar instantaneamente seu estado etéreo e invisível.

Transfiguração:

Admite-se que o Espírito pode dar ao seu perispírito toda a aparência que desejar, isto opera-se por uma mudança no aspecto geral da fisionomia ou por uma aparência luminosa.

Isto pode ocorrer com o perispírito de uma pessoa desencarnada, como no de uma pessoa encarnada, não isolada do corpo, mas irradiando-se ao redor do corpo de maneira a envolvê-lo, como um vapor, poderá mudar de aspecto, se tal é a vontade do seu espírito.

Um outro espírito que esteja desencarnado, combinando seu fluido com o de um outro que esteja já encarnado pode-lhe substituir a aparência.

Bi-corporeidade:

O Espírito de uma pessoa encarnada recobra parte se sua liberdade, isolando parcialmente do corpo, seu perispírito adquirindo momentaneamente a tangibilidade, aparece em outro local, tornando-se presente fisicamente em dois lugares ao mesmo tempo e mostrando-se com todas as aparências da realidade.

Neste estado, o corpo físico não estará jamais num estado normal, estará mais ou menos extático.
EXTÁTICO = “aquele que está em êxtase”

Penetrabilidade:

Matéria nenhuma lhe opõe obstáculo, ele atravessa todas, como a luz atravessa corpos transparentes.

Emancipação:

Durante o sono ou desdobramento mediúnico ele se liberta do corpo físico, ficando assim unido a esse pelo conhecido cordão de prata.
desdobramento

Funções do periespírito

O perispírito é o organismo que personaliza e individualiza o Espírito e o identifica quanto à aparência.

A alma após a morte jamais perde sua individualidade.

Ela comprova essa individualidade, apesar de não mais possuir o corpo material, e o perispírito guarda a aparência de sua última encarnação.

É através dele que um ser abstrato como é o Espírito se torna um ser concreto, definido e apreensível pelo pensamento.

Molde do corpo físico

Pode-se dizer, que ele é o esboço, o modelo, a forma em que se desenvolve o corpo físico.

Ele é também o MOB (Modelo Organizador Biológico).

É na sua intimidade energética que se agregam as células, que se modelam os órgãos, proporcionando-lhes o funcionamento.

Princípio das Comunicações

Para atuar na matéria, o Espírito precisa de matéria.

Como já foi dito, em virtude de sua natureza etérea, o Espírito, propriamente dito, não pode atuar sobre a matéria grosseira sem um intermediário que o ligue a essa matéria.

Esse intermediário, que nós chamamos de perispírito, nos faculta a chave de todos os fenômenos espíritas de ordem material.

Portanto, o perispírito é o órgão de manifestação utilizado pelo Espírito nas comunicações com o plano dos espíritos encarnados.

Sede da memória e sensibilidade

É comum encontrarmos alguns autores espíritas que confundem alguns atributos do Espírito como sendo do perispírito.

A sede da memória é um deles.

Segundo Kardec, o Espírito é quem possui a sede da memória, pois ele é o ser inteligente, pensante e eterno.

Sem o Espírito, o perispírito é uma matéria inerte privada de vida e sensações.

A mesma coisa se dá quando nos referimos à sede da sensibilidade.

É o Espírito quem ama, sofre, pensa, é feliz, triste, ou seja, é nele que residem todas essas sensações ou faculdades.

O perispírito é apenas o órgão que transmite todas essas sensações e acumula as energias oriundas dos pensamentos, sentimentos, emoções, etc.

Portanto o perispírito, é um instrumento a serviço do Espírito.

Como sabemos, ao pensar criamos a energia mental.

Os sentimentos e as emoções também criam energias específicas, toda energia é matéria e por serem matéria ficam retidas no perispírito.

Em resumo, o perispírito é matéria, não pensa nem tem memória.

Pensar e ter memória, são atributos do Espírito.

Órgão sensitivo do Espírito

O Perispírito é o órgão de transmissão de todas as sensações do Espírito.

O Corpo recebe uma sensação que vem do exterior, o Perispírito que está ligado a esse corpo transmite essa sensação e o Espírito, que é o ser sensível e inteligente a recebe.

E vice-versa: quando o ato é de iniciativa do Espírito, o Perispírito transmite e o Corpo executa.

Os órgãos do perispírito

Pela simples observação do corpo físico, pode-se deduzir que o Perispírito possui, também, algo semelhante a órgãos, isto é, aglomerados de moléculas, cuja configuração especial é destinada à execução de funções determinadas.

Tais aglomerados moleculares, evidentemente, são apropriados ao funcionamento na vida extra física, promovendo a captação e assimilação de energias e fluídos necessários à sua manutenção, captação e assimilação, que se processam de modo, essencialmente, diverso da vida física

Não podem, por isso mesmo, ser iguais aos órgãos do corpo denso, mas determinam, pelas linhas de força que os caracterizam, a conformação e distribuição funcional destes últimos, os quais, naturalmente estão adaptados, pela evolução biológica, à execução e às suas funções específicas.

Os órgãos do perispírito podem ser lesados pela ação desordenada ou maléfica da mente do indivíduo e pelos seus atos.

Antibiotics suppress not only pathogenic, but also healthy microflora of digestive tract that lead to disbacteriosis appearance. generic cialis Especially, it specific for antibiotics broad spectrum of activity.

Deixe uma resposta